Deixe o rio passar

Sempre fui uma pessoa sentimental e emotiva, mas existem aqueles dias em que se está mais. Você lembra de um tempo que não volta mais… De um amigo que está longe… Vê fotos do passado e entra naquela nostalgia.

Até aí, eu acho que é normal. A maioria das pessoas devem passar por essa fase, principalmente quando ciclos se encerram, como está para acontecer com a faculdade.

Não que eu esteja me lamentando por isso, na realidade estou bem feliz, e não estou com saudosismo por estar encerrando isso, e nem já sofrendo por não ver mais as pessoas com que convivo há quatro anos todos os dias. Acho que já passei dessa fase de sofrer, pelo o que tenho certeza que vai acontecer.

Tudo bem que chegar a essa conclusão não é tarefa fácil, ainda mais para mim que não lido com frustrações tão bem como as demais pessoas. Mas, acredito que isso, se deve ao fato de já ter vivido isso outras vezes em fases diferentes. Se a vida me ensinou uma coisa (e essa eu aprendi) é que as pessoas permanecem em nossas vidas quando têm que permanecer, e não preciso vê-las e nem conversar todo dia com elas para saber que elas existem e posso ter o apoio delas sempre que precisar.

Pode não parecer, e muito podemos podemos nem sentir, mas amadurecemos com o passar do tempo, deixamos de esperar das pessoas o que faríamos (em algumas situações) e aprendemos que tudo segue um fluxo já pré-determinado.

A questão que devemos aprender, não é como seguir sem interrupções. Deixar o rio passar, sem transbordar, nem secar… Apenas seguir em paz…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s