Não deixo de encarar os fatos e as pessoas de frente. Sei o quanto é pior tratá-las com indiferença, por mais que seja involuntário. Não fujo, porque não quero viver no “se”.

Se tenho medo, paciência, é melhor seguir em frente do que ficar parada sempre no mesmo lugar…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s